quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Movimento pela Catequese - Introd. aos Sacramentos

Sacramento, o que é?

 --> Sinal sensível da Graça de Deus. Canal instrumental da Graça. Quando o sacramento é realizado com as condições necessárias age "ex opera operatio", ou seja, age por si, sempre com a certeza de que concedeu a graça. Por exemplo: se um padre administra algum sacramento em pecado mortal ele é válido? Sim, é! Pois o mesmo não depende do estado do ministro.

O que é a Graça? A Graça é um dom sobrenatural, GRATUITO, dado por Deus. Sem ela nada podemos fazer de bom. Existem vários tipo de Graça, são algumas delas:

- Graça Santificante --> o dom dado por Deus em que eu tenho o mérito para adquirir o paraíso. Sem a graça santificante ninguém pode se salvar, inclusive as crianças mortas sem o batismo. Daí a importância de batizá-las desde cedo.

- Graça Atual --> É a graça que somos induzidos a fazer algo bom em qualquer momento. Quando temos a inspiração de dar esmola ou rezar, por exemplo.

- Graça de Estado --> É a graça que Deus me concede para exercer minhas funções de estado. Por exemplo: Deus me condece a graça de exercer bem minha função de presidente da empresa em que trabalho.

- Graça Sacramental --> É a Graça que Deus me concede para que eu ponha em prática aquilo que devo fazer quando recebo algum sacramento.

Quais são os requisitos, no geral, para que haja Sacramento?

- Ministro (aquele que o confere)
- Sujeito (aquele que o recebe)
- Matéria (aquilo que é usado para a confecção dele)
- Forma (Aquilo que é dito na confecção dele)
- Intenção (tanto do ministro quanto do sujeito em conferir e em recebê-lo respectivamente)

Quais e quantos são os Sacramentos?

São sete:
-Batismo
-Crisma
-Eucaristia
-Penitência
-Unção dos Enfermos
-Ordem
-Matrimônio

Como são divididos?

Existem duas formas de dividí-los. Porém nós vamos usar sempre a mais nova. Que é:

Sacramentos da Iniciação Cristã --> Batismo, Crisma e Eucaristia;
Sacramentos da Cura --> Penitência e Unção dos Enfermos;
Sacramentos do Serviço --> Ordem e Matrimônio.

Quais são os sacramentos indispensáveis para a salvação?

São: o batismo (para TODOS os homens) e a confissão para aqueles que pecaram mortalmente após o batismo. Por quê? Porque eles são os únicos que conferem a graça santificante.

Existem alguns Sacramentos que só se pode receber uma vez na vida. Por quê? Porque eles imprimem caráter na alma humana. São eles: Batismo, Crisma e Ordem. Eles tocam na essência da alma.

Os sacramentos, quando ministrados incorretamente podem ser:

Inválidos --> Não conferem a Graça;
Ilícitos --> Conferem a Graça, porém é administrado não como manda a Igreja.

Deus nos concedeu os Sacramentos para que nós, em nossa fragilidade humana, podéssemos ter certeza de que recebemos sua Graça merecida pela Redenção no lenho da Cruz. Então é nossa obrigação recebê-los sempre para podermos chegar ao fim que todo cristão tem, no mínimo, a obrigação de conseguir: uma vaga no paraíso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário